03 de October de 2019

Vida social interfere na saúde e exige cuidados

Veja as dicas dos médicos do programa Medicina de Família da FAPES para evitar doenças a partir do melhor convívio com família e amigos 

Para viver mais e melhor, os hábitos da vida social são tão importantes quanto os cuidados médicos. Em mais uma série de orientações dadas por três médicos do programa Medicina de Família, da FAPES, a principal mensagem é a de que a saúde está ligada ao que fazemos na rotina.

“Nos últimos 200 anos, nossa expectativa de vida mais do que dobrou, atingindo 78,8 anos em 2015”, relata o dr. Marcio Carvalho. “Podemos nos questionar sobre o que de fato existe e está ao nosso alcance para prolongar a nossa existência”, diz. “Viver e envelhecer não é fácil, mas podemos fazer com que se torne menos difícil de acordo com as nossas condutas”, ensina a dra. Carolina Cunha.

Vida social
Dra. Carolina Cunha, endocrinologista: “Assistir televisão por 40 horas por semana (6h/dia), aumenta em 94% o risco de obesidade e em 70% risco de diabetes.” 

Dra. Anne Sant’Anna, clínica geral e geriatra: “O isolamento social favorece o surgimento de depressão, assim como acelera os processos demenciais. Procurar atividades onde haja troca e interação com outras pessoas é fundamental. Manter a mente ativa e produtiva propicia bem-estar e auxilia na prevenção de demências. Procure aprender o que nunca fez antes, leia mais, converse mais, troque mais.”

Dr. Marcio Carvalho, clínico geral: “Cuide do seu bem-estar psicológico. Medite. Faça psicoterapia. Faças pausas regulares e programadas. Alongue-se ao longo do dia. Estas intervenções estão associadas a diminuição do stress, tratamento da ansiedade e depressão, redução da dor física e psicológica, melhora dos mecanismos de memória e aumento de eficiência. Benefícios fisiológicos incluem redução da pressão arterial, frequência cardíaca, lactato, cortisol e adrenalina. 

Uma vida sexual prazerosa contribui para uma boa saúde biopsicossocial. Os homens devem buscar apoio urológico enquanto as mulheres, o ginecológico. Cultive laços sociais positivos. Ter uma rede de suporte ativa, desde relacionamentos amorosos até amizades, família, colegas de trabalho, entre outros, é fundamental para nos sentirmos bem. Delegue, seja grato e afaste-se de pessoas negativas. Seja crítico em relação aos seus próprios comportamentos negativos. Tenha um hobby. Sua saúde mental agradecerá.”


Cuidados adicionais

Dr. Marcio Carvalho: “Mantenha a sua carteira vacinal em dia. Em termos de saúde pública, vacinar só é menos significativo do que água potável e tratamento de esgoto. Durma bem, em média 8 horas por noite. Defeitos de memória, alterações de humor tais como ansiedade e depressão, diminuição de imunidade, risco aumentado de diabetes, baixo apetite sexual, acidentes, hipertensão arterial, incoordenação motora e ganho de peso são mais prevalentes em indivíduos com privação crônica de sono.
Vá regularmente ao dentista. Uma higiene oral inadequada se associa a doenças da própria cavidade oral e a inúmeros problemas médicos sistêmicos. Visite regularmente seu médico, sobretudo os generalistas e, no caso das mulheres, ginecologistas. Eles ajudarão no cuidado com a sua saúde e colocarão a sua disposição as melhores e mais atualizadas práticas de prevenção e tratamento de doenças. Algumas enfermidades são silenciosas por longo período. Identificá-las precocemente trará um melhor prognóstico para o paciente.”

Dra. Anne Sant’Anna: “Em qualquer idade, a automedicação é um risco, mas nos idosos aumenta muito. Alterações próprias do envelhecimento promovem mudança nas propriedades farmacocinéticas e farmacodinâmicas dos medicamentos, tornando o idoso mais suscetível aos efeitos colaterais. E como habitualmente usam uma maior quantidade de medicamentos, o risco de interação medicamentosa é muito maior e com consequências graves.”

Tópicos relacionados

saude Medicina de Família

Você também pode se interessar por:

01 de October de 2018

Outubro Rosa: apoie a causa e previna o câncer de mama

Esclareça suas dúvidas com a equipe de saúde da FAPES e realize exames com frequência

Ler notícia

06 de September de 2018

Saúde foca em melhores resultados para o paciente

Em entrevista, a nova Gerente Executiva de Saúde da FAPES fala das estratégias para tornar o PAS ainda melhor

Ler notícia

05 de September de 2018

Projeto para Saúde mantém qualidade com custo menor

Mudanças administrativas reduzem custos, ampliam automação e mantém padrão de qualidade

Ler notícia

02 de August de 2018

Saúde: o desafio de fazer mais com menos

Artigo da Diretoria da FAPES publicado no Vínculo nº 1308, de 02/08/2018

Ler notícia
ver todas as notícias