Suspensão temporária do reembolso integral de serviço de remoção

InícioNotíciasNotícias FAPESSuspensão temporária do reembolso integral de serviço de remoção
ambulância
Está em processo de análise, pelo BNDES, a prorrogação da autorização para a FAPES reembolsar integralmente despesas com serviço de remoção realizadas no sistema de Livre Escolha em caso de urgência e emergência médica. Essa medida ficou em vigor até 27/04/2017 e havia sido implementada por meio da carta ARH/DERHU 211/2015, de 27/4/2015.
 
Assim, em caso de necessidade de usar o serviço de remoção em uma urgência ou emergência médica, os beneficiários do PAS devem entrar em contato com a BEM/CTI Cor pelos telefones 0800 778 4444 (número exclusivo para beneficiários do PAS) ou 0800 026 7227 (número para beneficiários de diversos planos, incluindo PAS) ou, ainda, pelo número de contingência (11) 2160-9700, disponível em situações de instabilidade na telefonia.
 
Na modalidade Livre Escolha, os beneficiários continuam podendo utilizar serviços de empresas não credenciadas, com posterior reembolso parcial de despesas. Para isso, deverão ser apresentados à FAPES os seguintes documentos:
 
• Formulário FAPES de solicitação de reembolso;
• Nota fiscal da empresa de remoção com a descrição e o valor do serviço, o nome da pessoa atendida, o nome de quem efetuou o pagamento, além do endereço e o CNPJ da empresa emitente.
 
A solicitação deve ser formalizada pelo beneficiário titular do Plano e os comprovantes de despesas somente serão recebidos se emitidos no prazo máximo de 12 meses.
 
Importante ressaltar que, em casos de indisponibilidade dos serviços da BEM/CTI Cor, o beneficiário poderá requisitar reembolso integral das despesas, porém, será necessário comprovar à FAPES a citada indisponibilidade, bem como mostrar que o serviço foi acionado em uma situação de urgência e emergência médica.
 
Essa possibilidade de reembolso integral está disponível para a área de abrangência do PAS registrada na ANS: Rio de Janeiro, Pernambuco, Pará, Distrito Federal e São Paulo. Somente em casos de viagem a serviço pelo Patrocinador a possibilidade de reembolso integral de despesas é ampliada para todo o território nacional.